Uma carta para o meu filho

Por Memory Pamella Kadau e Maria Mache Malomalo

Meu filho, devo admitir, não sou uma mãe perfeita!
Mas frequentemente, eu questiono-me se fiz um bom trabalho criando você, equipando-te com sabedoria e habilidades para navegar neste mundo. Escrevo esta carta com ansiedade porque , como sua mãe, sei que o mundo às vezes é cruel. Também escrevo cheia de esperança e confiança de que você tem um propósito: prosperar e mudar este mundo para melhor.
Meu filho, antes mesmo de ser concebida, esperava-se que eu conhecesse meu lugar na sociedade. Enquanto crescia , eu ouvia incessantemente meu papel e propósito nos esquemas dos homens . Meu papel era ser quem a sociedade ditava e aceitava. Não deveria desafiar o status quo. ´Não crie problemas, ´ sempre me disseram.
Filho, você precisas entender que nasci e fui criada em um mundo de desigualdades, preocupados apenas com meu corpo e sexualidade. Você vê que; mulheres e meninas, incluindo sua mãe, passam a vida ouvindo como se comportar e se conformar aos padrões da sociedade. Freqüentemente, somos informadas sobre o que vestir, como falar, aonde ir, a que horas devemos nos movimentar entre outros confinamentos. Na maioria das vezes, somos informadas de que essas “regras” existem para nos proteger. Sinceramente, passamos a nossas vida inteira obedecendo a esses ditames, mas somos assediadas, estupradas, espancadas, mas ainda ouvimos que não somos boas ou suficiente. Estou entre um terço das mulheres e meninas que sofreram violência de gênero em suas vidas. Por quê estou te contando isso? Eu quero que você entenda a realidade da qual você faz parte.
Desde muito jovem, sempre soube que havia algo de errado com uma sociedade que valorizava um ser humano acima do outro. Uma sociedade que julga alguém de acordo com seu gênero e não com o conteúdo de carácter. Recusei-me a fazer parte desta sociedade. Eu era tudo desde cabeça dura, determinada, ingênua, rebelde e curiosa.  A partir dessa experiência, é minha responsabilidade como sua mãe guiá-lo. Filho! não há justificativa para o abuso. Independentemente da circunstância ou situação, nossa responsabilidade é ser parte da solução dos problemas que enfrentamos.
Ainda ontem, lembro-me de ter desejado que você tivesse um botão mudo porque não conseguia ficar quieto. Você estava curioso, querias saber tudo, para onde íamos, por que íamos lá e quanto tempo demoraria para chegarmos lá. Que você nunca perca essa curiosidade. Eu te imploro, questione tudo na vida.
Na justiça
Você está vivendo em uma era em que as oportunidades são diferenciadas por gênero, aproveitadas de acordo com os papéis socialmente atribuídos . Por outro lado, a mulher é forçada a trabalhar três vezes mais para se provar por causa de seu gênero. Em alguns espaços, sua pele morena é valorizada, enquanto em outros é temida. Não deixe que esse preconceito e essa injustiça o conduzam. Deixe sua voz falar alto sobre justiça e igualdade. Ela pode soar como uma tarefa inútil. Você vai perguntar: como você enfrenta e interrompe essa injustiça? Você começa por entender que, se uma injustiça acontece com qualquer um de nós, já aconteceu com todos nós. Você começa, é claro, não aceitando e empurrando para trás. Coloque suas palavras, suas prática e os princípios em prática. Lembre-se de que cada acção , não importa quão pequena pareça, conta.
O pessoal é muito político. Nunca deixe ninguém desencorajá-lo de se envolver na política. Tudo o que fazemos é interagir com  umacom uma soma total da governação e democracia dos espaços onde nos engajamos; seja na sociedade ou no país. Desafie e diga a verdade ao poder em todas as questões relativas à igualdade e justiça.
No respeito
Você deve sempre tratar os outros seres humanos com respeito. Você nasceu do amor e deve saber que mostrar amor é um sinal de força . EvoqueEvoque a misoginia e a cultura do estupro. Desafie os sistemas e estruturas que toleram a opressão, especialmente o patriarcado . Comprar algo para uma menina não é consentimento sexual e justificativa para estuprá-la. O estupro se tornou uma epidemia e causa traumas médicos e psicológicos duradouros. Envergonhar uma mulher e apoiar o estupro nunca deve ser uma forma aceitável de expressar sua frustração ou criar humor. Você pode impedir o estupro. Podemos impedir o estupro!
Filho; nunca use a palavra mulher como um insulto. Você deve se lembrar que foi criado por uma mulher forte, fruto de mulheres fortes. Cada mulher que você vai conhecer na vida é meu reflexo , sua mãe de uma forma ou de outra. Falo com coragem em sua vida, para enfrentar essa injustiça, desrespeito e fanatismo com eloqüência, tenacidade e convicção intransigente.
Sobre identidade e sexualidade
Você é um menino e será um homem em uma sociedade que tem certas expectativas de você. Haverá um confronto por definições de gênero e conformidade. Você se lembra daquele dia em que se recusou a lavar a louça porque seus amigos e alguns parentes riram de você e xingaram você? Lembre-se de como você estava emocionado, chorando e questionando por que os homens eram tão crueis. Meu coração dói quando me lembro daquele dia porque acordei para a triste realidade de que as normas e expectativas da sociedade não afetam apenas meninas e mulheres, mas também deixam cicatrizes em meninos e homens.
Filho, seja autêntico na vida e busque a verdade. Nunca tenha medo de ser um desajustado e seja pressionado a se conformar. Não se preocupe, você encontrará sua tribo ou eles encontrarão você. Mesmo se você não quiser, quero que saiba, você é o suficiente. Honre aqueles que permitem que você seja autêntico. Você é o suficiente!
Espero que sua preferência por uma companheira de vida não se baseie nas expectativas da sociedade. Espero que você escolha uma parceira baseada na igualdade. Trate todos por iguais. Aceite suas escolhas na vida e lute pelo direito de serem eles mesmos. Seu corpo é seu. Ninguém tem o direito de obrigá-lo a fazer o que não deseja.
Você vai se lembrar quando me disse que seu professor dizia que balé era para meninas, fiquei mortificada. Espero que você se lembre da discussão que se seguiu sobre fazer o que quiser e seguir sua paixão. Então, lembre-se de minhas palavras, ‘o que um menino pode fazer, uma menina pode fazer e vice-versa’. Espero que você compreenda que é seu direito desafiar estereótipos e destruí-los.
Você cometerá erros e eu o incentivo a não se preocupar com eles enquanto navega por este mundo. Espero que você vagueie, viaje pelo mundo para buscar a verdade e aprender. Seja gentil consigo mesmo e elogie cada conquista. Sempre acumule amor e compaixão. Seja sensível com os outros .
Lembre-se sempre que te amo.
Sua mãe